quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Carta aberta a um amor que se foi

Ontem eu percebi que você tá namorando.
Com todas as letras, na-mo-ran-do. 

Você tá conversando com outra pessoa sobre como miojo cru é muito melhor do que cozido. Você tá dizendo pra outra pessoa como esmalte preto é sexy. Você tá contando pra ela que o certo é começar a comer a coxinha pela ponta. Você tá levando essa garota na tua casa e apresentando pra tua família. Tua mãe tá mostrando as fotos de quando você era criança e gordinho e tu deve estar vermelho de vergonha. A Ana deve estar agora no twitter reclamando dessa nova namorada do irmão que não sai mais da casa de vocês.
Ela já conhece a padaria do teu pai? Aposto que sim. Ela já deve ter conseguido conquistar o Mike, né!? Esse teu cachorro ama todo mundo que faz carinho nele por mais do que 30 segundos. Você já mostrou pra ela a coleção de carrinhos? Será que ela notou que você só usa cuecas pretas? Ou já contou os sinais nas tuas costas? Eram 27 da última vez que te vi. Espero que ela já saiba que você ama quando ela sorri no meio do beijo. E que você acha lingerie branca mais bonita que vermelha. E que tem fixação por cinturas. E que gosta que fiquem enrolando teu cabelo depois do sexo. E que curte beliscar coxas. E que entenda que você é meio inseguro e não tem mal nenhum nisso. Que odeia que desarrumem tuas coisas. Que ficar muitas horas jogando no computador é ok. Que as vezes sair da rotina e fazer uma loucura é o melhor da vida. Que saiba que True Blood ficou horrível depois da segunda temporada mas mesmo assim é tua série favorita. Que você ama fotografar mas tem medo de críticas e ela precisa te apoiar nisso. E espero que saiba que as vezes, quando você fica quieto é só um jeito silencioso de pedir colo. Ou sexo. Ela vai ter que aprender a ler isso nos teus olhos. Que são os mais lindos do mundo e você herdou do seu avô paterno que nunca chegou a conhecer. São tantos detalhes que eu podia cantar aquela música lá do Roberto Carlos. Mas você não gosta dele, né!? Enfim...

Espero que ela te ame como eu ainda te amo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário